Notícias de Mercado

7 coisas fundamentais que você deveria saber sobre o seu departamento de seminovos.

08/06/2015

1. Você sabe quantas vendas de veículos 0 km a sua concessionária perde por causa da avaliação malfeita? 

Normalmente o cliente acaba entregando o carro na 2ª ou 3ª concessionária que ele visita. Outra opção é ele vender o carro para um particular ou anunciar na Internet. Em todas estas situações a venda do carro novo com troca foi prejudicada.

2. Você sabe quantos carros usados você poderia ter captado a mais e perdeu? 

A média nacional aponta uma relação, entre novos e usados, de 3 para 1 nas concessionárias que não tem um sistema eficiente de avaliação. A captação na troca poderia ser bem melhor.

3. Você tem ideia de qual a marca/modelo/ano dá mais retorno para a sua concessionária e grupo?

O banco de dados da concessionária não tem informações consistentes de marca e modelo para fazer o cálculo do retorno sobre este investimento. Uma solução seria padronizar a base de dados.

4. Você sabe qual é o maior valor que você poderia receber no repasse de um veículo?

Na média um gerente de usados/avaliador liga no máximo para 5 ou 6 lojistas antes de repassar um carro, e são sempre os mesmos. Já imaginou se ele pudesse oferecer via Internet para 5 ou 6 mil revendedores e eles disputassem a compra do veículo?

5. Você sabe o que o seu avaliador conversa com os revendedores multimarcas?


 
Nas ligações cria-se um relacionamento que muitas vezes tem outros interesses. Na Internet toda a comunicação é feita de forma transparente e segura, onde tudo fica registrado.

6. Você sabe para quantas revendas multimarcas você repassa os seus carros?

                    
 
Você já imaginou quantas revendas multimarcas tem em sua cidade ou região? Se sua concessionária vende para 10% dessas lojas, 90% gostaria de comprar da sua concessionária e não consegue.

7. Você sabe quantos carros a vista vendeu para o mesmo comprador no showroom nos últimos doze meses?

Um cliente troca de carro a cada 2 ou 3 anos. Não seria muito estranho o mesmo consumidor comprar dezenas de carros usados no mesmo ano, a vista, no showroom da sua concessionária?